NOTA DE ESCLARECIMENTO IMPORTANTE

Inicialmente agradecemos  a todos que colaboram com a administração pública municipal, compreendendo que o isolamento/distanciamento social é o melhor remédio contra a Covid-19.

Nenhum Decreto federal, estadual e Municipal tem o poder de conter, evitar, ou mitigar a pandemia da Covid-19.

A compreensão, aceitação, respeito a si próprio e ao próximo, ficando em casa, evitando o acesso a lugares onde existam aglomeração de pessoas ainda é o melhor remédio para conter a pandemia da Covid-19.

Os motivos para que você fique em casa iremos expor a seguir:

O SUS não está preparado para receber um aumento exponencial de demanda por internações, seja em leito clínico ou de UTI.

Não existe possibilidade de expansão de leitos para o tempo imediato, ou seja ainda que o país possua recursos para adquirir os respiradores pulmonares, os equipamentos e EPIs tão necessários para o correto atendimento a demanda por Covid-19, estes equipamentos estão em falta no planeta. Existe uma demanda crescente por mascaras, luvas de procedimentos, capotes, macacões, álcool em gel, etc.

Os preços estão elevadíssimos e ainda assim não se encontra os materiais necessários ao atendimento nas UBSs.

Necessitamos evitar o crescimento exponencial da Covid-19 para um nível que o SUS possa absorver a demanda, pois estamos tratando de leitos clínicos e UTIs na forma de isolamento, ou seja, não será possível manter pacientes da Covid-19,  em internações junto com os demais pacientes das patologias rotineiras que sempre tratamos. Pessoas ainda necessitam de internações para resolver problemas de saúde que não sejam a Covid-19.

Muito se fala sobre o isolamento, a grande maioria acredita e cumpre a rigor as medidas propostas nos Decretos e poucos não acreditam, estes serão os responsáveis um uma disseminação descontrolada em nossa cidade, pessoas de todas as idades estão sendo vitimas da Covid-19, que não é uma doença exclusiva de idosos, embora estes são mais suscetíveis ao Covid-19.

É preciso lembrar que oitenta por cento das pessoas passarão pela Covid-19 sem a necessidade de internação em hospitais, porém o restante certamente vai necessitar de atendimento em ambiente hospitalar. Este é nosso problema, nossos hospitais estão com a capacidade máxima para atendimento sem a Covid-19.

Caso a curva de crescimento seja vertical, ou seja muitos sendo contaminados de uma só vez em curto período de tempo, não haverá leitos para todos e poderemos vivenciar aqui no Brasil os mesmos problemas vividos atualmente em países da Europa, como Itália, Espanha, frança Inglaterra, Estados Unidos da América, entre outros, ou ainda países da America Latina onde a situação está fora de controle.

Estamos na iminência de construir hospitais de campanha para atendimento exclusivo ao Covid-19, se percebe aí atitudes adotadas em estado de guerra.

De fato estamos em guerra contra um inimigo invisível, astuto, ágil, sorrateiro e veloz, que aproveita toda oportunidade para infectar o maior número possível de pessoas.

O noticiário tem sido um aliado muito forte na divulgação dos casos no mundo, nosso país ainda está no inicio desta pandemia, portanto solicitamos a população que colabore, não existe nenhum motivo para festejar neste momento, é um tempo para isolamento social, reflexão e ajuda mutua, somente com estas medidas evitaremos a disseminação da pandemia do Covid-19 em nosso município

A Covid-19 não é uma gripezinha, se for certamente será a gripezinha mais cara da humanidade, todos os países estão empenhando trilhões de dólares para mitigar os efeitos desta gripezinha, então existe distorções entre o que se fala e o que realmente está acontecendo com a humanidade.

O Brasil já empenhou para mitigar os efeitos da gripezinha quase um trilhão de reais, dinheiro de impostos que todos um dia teremos que pagar, portanto vale ressaltar  fique em casa, colabore com as autoridades públicas do setor de saúde, fique vivo.